Posições vantajosas para o trabalho de parto

Não pense que está doente quando está em trabalho de parto! Não tem que ir para a cama, é livre de andar de um lado para o outro e de se exercitar fazendo várias posições durante parte do tempo. A sua liberdade de movimentos depende em grande parte do local que escolher para ter a criança. Se vai ter a criança em casa, poderá evidentemente andar de um lado para o outro, tanto quanto você e as circunstâncias o permitam.

Se vai ter a criança no hospital, poderá ter que ficar na cama na última parte do trabalho de parto, especialmente se tiver um monitor de nascimento ligado ao seu abdómen gravando informações acerca do seu bebé. Em qualquer dos casos, é sensato familiarizar-se com tantas quantas poder das posições de parto de nascimento que apresentamos a seguir. Muitas mulheres verificam que, ao mudar de uma posição que não está a dar resultado para uma nova posição, acelera muitas vezes o progresso de trabalho de parto e do nascimento.

As posições de parto que inclinam o tronco para a frente utilizam a força da gravidade para auxiliar o parto, o empurrar e todo o processo de nascimento. Se estiver na sala de partos de um hospital convencional, pode não lhe ser possível utilizar algumas das posições de empurrar que sugerimos. Se for esse o caso, siga as instruções recebidas nas suas aulas de educação pré – natal ou dadas pelo pessoal do hospital. Mas, se for ter a criança em casa com a ajuda de uma parteira, deve familiarizar-se com as posições de empurrar aqui incluídas, praticando-as durante as últimas seis semanas da sua gravidez.

Se variar as posições, o trabalho de parto parecer-lhe-á mais curto. Tente praticar as respirações para o nascimento em todas as posições de parto, para saber quais as mais confortáveis. Muitas das posições de cócoras e ajoelhadas ajudam a manter um bom tónus na região pélvica e na região do canal de nascimento.

gravidez

Posições úteis para o início e meio da primeira fase do trabalho de parto:

1 – Andar de um lado para o outro e parar para as contracções.

2 – Deitar-se para descansar ou dormir; use a posição deitada de lado.

3 – Sente-se a apoiar-se nas costas de uma cadeira. Ponha uma almofada no topo da cadeira, para ter mais conforto.

4 – Sentar-se na posição Zen Sentada, com os joelhos abertos, apoiada numa cadeira.

5 – Ficar de pé encostada à parede durante as contracções. Ponha os braços em berço contra a parede e descanse neles a cabeça.

6 – Pôr-se de cócoras sobre os calcanhares ou sobre os dedos dos pés, agarrando-se a uma cadeira para apoio.

7 – Posição sentada de pernas cruzadas.

8 – Quaisquer outras posições que você ache confortáveis.

Posições vantajosas para o fim da primeira fase do trabalho de parto (transição)

1 – Ajoelhar-se junto a uma cadeira com os joelhos afastados e a cabeça levantada.

2 – Uma perna dobrada e assente no chão; a outra perna na posição ajoelhada. Os braços descansam sobre a cadeira. Mude as pernas entre as contracções.

3 – Sentar-se e inclinar-se para a frente.

4 – Uma posição meio sentada meio – sentada, meio reclinada, com várias almofadas debaixo das costas. Os joelhos podem estar dobrados ou pode ter as pernas estendidas. (Esta é a melhor posição na cama).

Posições úteis para a segunda fase do trabalho de parto (empurrar)

1 – Ponha-se na posição de cócoras sobre os dedos dos pés ou sobre os pés apoiados no chão, enquanto empurra para baixo, segurando-se a uma cadeira. Nesta posição, pode também encostar as costas à parede.

2 – Ajoelhe-se e incline-se para a frente sobre uma cadeira para empurra.

3 – Empurrar numa posição meia sentada reclinada, com as pernas abertas e os joelhos dobrados. Ponha algumas almofadas atrás de si para manter esta posição. Ponha as mãos debaixo dos joelhos, ou as pernas dobradas sobre barras de cada lado da cama, ou levantadas em estribos, durante a contracção, para facilitar o empurrar.

4 – Uma perna ajoelhada, outra perna assente no chão, e os braços descansando sobre uma cadeira.

Estas posições são apenas sugestões, às quais pode juntar as suas próprias. Verificará que mudará frequentemente de posição durante o trabalho de parto, de modo que pode ser útil estar familiarizada com vários movimentos, especialmente durante os partos demorados. Se estiver na cama durante o trabalho de parto, mesmo assim pode fazer algumas das posições ajoelhadas, virando-se para o lado e utilizando as barras dos lados da cama como suporte. Não utilize uma posição completamente deitada de costas para o trabalho de parto e nascimento, porque corta a circulação e obriga o corpo a trabalhar contra a força da gravidade.

Explique estas diferentes posições ao seu companheiro antes de entrar em trabalho de parto e o nascimento. Uma grande variedade de posições para o trabalho de parto e o nascimento, a respiração controlada e a confiança interior ajudá-la-ão a ter uma experiência de nascimento mais positiva.

loading...

Deixar Comentário